quarta-feira, 21 de maio de 2008

Mano Menezes "nervosa"

Quando um time perde, temos que saber perder.
Ontem, depois do jogo entre Fogão e timinho, Mano Menezes não se conteve e atacou o Mestre, Vanderlei Luxemburgo.

""Hoje à tarde, teve treinador dizendo como marcar o Corinthians. É duro ouvir isso de quem não está na semifinal. Quando me perguntaram algumas coisas sobre o Paulista, eu não respondi e disse que peru de fora não dá opinião. Acho que tem de ser assim e isso se chama ética. Quando vai jogar contra, o treinador tem de tentar neutralizar o adversário. Mas, quando não vai jogar, tem de assistir e ?bater palma?, e não dar opinião"
"O que vale para mim em termos de pensamento vale para outros também. Não é bom dar dicas de como marca porque é uma tremenda falta de ética. Mas têm uns que se dão ao direito de falar sobre tudo. Até deu dica para o Fluminense da forma como jogar contra o São Paulo"

Cuca, no bom humor da vitória, rebateu:
"Não tomei conhecimento e não vi a entrevista. Se o Wanderley falou, foi porque alguém perguntou. Ele respondeu a uma pergunta da imprensa, não vejo maldade nenhuma. Isso não interferiu em minha maneira de jogar"
E ainda:
"Existe desunião da classe. Às vezes, o técnico está caindo e já tem três ou quatro de olho".


Me ajuda né?! Isso foi, além de assinar atestado de incompetência, ainda chamou o técnico Cuca e Renato Gaúcho (Fluminense) de burros que precisam da ajuda de outros técnicos.
Isso é o nervosismo da derrota. A inveja por não estar na Primeira Divisão do Brasileiro.
Mano vamos fazer uma coisa? Seja campeão da segundona e ano que vem a gente conversa.
E tenho dito.

Fonte: Portal Terra

0 comentários: