segunda-feira, 2 de junho de 2008

Palmeiras 1 x 0 Atlético-PR

Ganhamos. Somamos 3 pontos na tabela, que nos levou a 6ª colocação (empatos com Vasco (4º) e Grêmio (5) todos com 7 pontos).
Estava muito frio, tinha chovido, sem "El Mago" e com Luxa impecável. Era um Sr. Terno hein!? Deve valer meu salário do mês (ou eu ganho pouco, ou o terno custa caro, fica a dúvida hehehe).
Pelo lado positivo, temos Alex Mineiro que voltou a ser Alex Mineiro, marcou a saída de bola, buscou o jogo, soube se desmarcar, e ainda deixou o dele. Outro destaque positivo foi Jumar, entrou muito bem, marcou bem, desarmou, apareceu, hoje não chutou a gol. Não foi culpa dele.
Marcos quando exigido estava lá, como sempre firme.
Agora vamos abrir a cortina e... Jogamos mal. Dizem que um time é reflexo do seu treinador, e ontem vimos isso. Luxa não cobrou, não brigou, escalou muito bem o time, fez as alterações na hora certa e da maneira correta. Fora isso, ficou sentado no banco. Seria para não estragar o terno? Acho que não? Pensamentos franceses, SIM!
O Verdão não acordou, não tem aquela garra, aquela luta do Paulistão. Parece que falta vontade aos jogadores.
Leo Lima arriscou muitos chutes, não fez errado, pois o gramado estava molhado, a bola também. Nenhuma no gol, mas não recrimino, ele tentou. Méritos por isso.
Foi um jogo água-com-açúcar. O bandeira anulou erroneamente um gol do Atlético no primeiro tempo, e marcou um impedimento nosso no segundo tempo, que provávelmente seria gol, que não existiu também. Elas por elas, ficamos quites.
O gol, nos tirou do sufoco na hora certa, claramente nervoso, o Palmeiras acalmou.
E mais uma vez não soubemos aproveitar o homem a mais. Aos 12 do 2º tempo Alex Fraga foi expulso. Mas nada mudou, parecia 11 contra 11 ainda.
Isso é algo que o Verdão tem que aprender, a tirar vantagem do homem a mais, tem que rodar a bola de um lado para o outro, tem que sair rápido.
Outro detalhe, quando vamos ter um cobrador de faltas? Será que ninguém esta disposto a treinar 100 cobranças de falta por dia?! Já imaginaram se tivéssemos Djaminha só para cobrar nossas faltas?
Erramos muitos gols, e isso tem que acabar. Futebol vive de gols. O meio campo esta médio, está criando, mas falta aquele toque lá na frente. Vi duas ou três jogadas que o Palmeiras acordou, mais do que isso, foi troca de passes e erros.
Denílson é melhor nem comentar, jogou os primeiros 15 minutos. Mais nada. Foi bem sacado.
Lenny, meu filho, você é atacante, parta pra cima, acredite!!
Números:
Erramos muito. 33 Passes errados. Só Denílson 7, 6 Élder Granja, 5 Léo Lima. É muito erro para um campeão. Comparações a parte o Flamengo teve 20 passes errados, Náutico 27.
18 finalizações. Olhando assim parece pouco, afinal isso dá 1 finalização a cada 5 minutos mas nessa rodada somente o Internacional finalizou mais que nós, 19.
31 faltas, isso sim é muito, fomos um dos times mais faltosos da rodada, empatamos com o Ipatinga e somente o Náutico conseguiu nos superar, 33.
Temos que errar menos passes, o que resulta em menos faltas, pois normalmente a falta vem depois de um passe errado, para parar um contra-ataque.

Domingo temos uma guerra novamente, ir a Recife com o gosto da desclassificação. Sport novamente. Vamos fazer uma história diferente dessa vez?
Luxemburgo e Lyon é assunto para outros post.

Análise

Palmeiras - Mediano, não acordou, não joga futebol de campeão. 6.
Marcos - São Marcos de sempre. Quando foi acionado, estava lá. 8.
Élder Granja - Não gostei, e não venho gostando a alguns jogos. 5.
Gustavo - Não dá para julgá-lo. 5.
Maurício - Gostei, temos um bom reserva. 6.
Leandro - Oscilou muito, não gosto disso. 4.
Léo Lima - Está voltando ao normal. Fez um lindo cruzamento de primeira. 8.
Martinez - Mal. Não deu conta de fazer o que lhe foi pedido. 3.
*Sandro Silva - Não fez nada. 3.
Diego Souza - Quando quer jogar, joga muito. Tem que querer mais. 7.
*Lenny - O de sempre, Lenny jogou como... Lenny. Acredite em vc! 3.
Denílson - Pelos 15 minutos do 1º, 8, pelo resto -6. 2.
Jumar - Muito bom, valeu a contratação. 8.
Kléber - Ainda deslocado, resultado dos acontecimentos. Pelo jogo 8. -2 pela expulsão. 6.
Alex Mineiro - Volta a ser O Alex Mineiro, jogou muito. 8 pela atuação, +1 pelo gol. 9.

Luxemburgo - Apático, o time foi seu reflexo. Entrou com o time certo, fez as alterações certas, mas ainda não conseguiu acordar o time. Ficou muito sentado, pensativo. Efeito €uro? Talvez.

Atlético-PR - Fez o que pode, o Furacão hoje esta mais para ventinho. Teve duas ou três oportunidades, mas Marcão estava lá. 5.

Árbitros - Achei o juiz muito rigoroso e afobado, o bandeira anulou mal o gol do Atlético e ainda deu um impedimento nosso no 2º que fatalmente seria gol. 5.

Transmissão - SporTV, dessa vez o Muller não me decepcionou (milagres acontecem) comentou bem, deu uns toques legais, acetou nas substituições que o Luxa ia fazer. A narração, perfeita. 8.

Depois de tantas rodadas sem, hoje darei a

Caneca de Ouro:
Alex Mineiro, foi o nome do jogo. Fez o gol, se movimentou, buscou a bola, agora sim é Ele.

0 comentários: