terça-feira, 16 de junho de 2009

10 anos depois, emoção e lembranças...

Só quem viveu a emoção daquele título consegue sentir o que sentimos quando vemos um vídeo como o que coloco abaixo.

Quando o ano de 1998 começou, nós, Palmeirenses nem imaginávamos o que viria naquele ano e consequentemente no próximo.
1998 foi um ano incrível, que beirou a perfeição, ganhamos a Mercosul e a Copa do Brasil, ambos títulos inéditos até então. No Campeonato Brasileiro fomos 5°.
Mas nem em sonhos poderíamos imaginar que em 1999 levantaríamos o maior título do nosso continente.
Foram jogos memoráveis, pricipalmente contra Vasco e Corinthians.
E quem não se lembra daqueles heróis...
Velloso, um dos maiores goleiros que já nos defedeu...
Júnior Baiano e Roque Jr, uma zaga estranha, pesada, mas eficiente...
Clebão! Com toda sua vontade, força e amor a camisa!
Arce e Junior nas laterais, gigantes por ali...
César Sampaio, talvez o melhor que já tivemos naquela posição...
Rogério, um monstro por ali, arrisco a dizer que Pierre lembra muito o jeitão dele...
Galeano, confeso que não gostava muito mas jogou muito firme...
Zinho, sem comentários...
Euller, basta repetir o clichê, "o filho do vento"...
Oséas e suas tranças, seu jeito desengonçado mas MATADOR...
Evair nosso eterno 9...
Paulo Nunes com seus cruzamentos perfeitos e a máscara na final fazendo referência a Tóquio.
Alex, não existem palavras para descrever o maior 10 que tivemos nos últimos tempos...
Técnico? Não existia. Luis Felipe Scolari, nosso Felipão era um pai para todos! Era e é um torcedor! O melhor até hoje!
Deixei por último nosso Santo...
Nas quartas-de-final defedeu o terceiro pênalty batido pelo Corinthians, nascendo alí o gigante, grandioso, o melhor dos melhores... SÃO MARCOS!

E a grande final...

Palmeiras e Deportivo Cali.
Primeiro jogo na Colômbia, 1 x 0 para o Deportivo.
Jogo de volta, no Palestra, 2x1 para o Palmeiras, decisão por pênaltys.
Pelo Deportivo, Dudamel, Gávira, Yepes, Bedoya, Zapata.
Pelo Palmerias, Zinho, Júnior Baiano, Roque Jr, Rogério, Euller.

Zinho erra o primeiro pelo Palmeiras, o coração ficou pequeno, mas confiante!
Dudamel, Gávira e Yepes converteram para o Deportivo.
Júnior Baiano, Roque Jr, Rogério pelo Palmeiras.
E então nossa estrela brilhou.
Bedoya cobra e manda na trave esquerda de Marcos, a bola caprichosamente não voltou nas costas dele, como costuma acontecer.
Euller bateu e converteu.
Era o último pênalty, o craque do Deportivo, Zapata, Marcos tenso, olha fixo para ele.
Zapata corre, bate no canto direito de Marcos... PARA FORA!

PALMEIRAS CAMPEÃO DA COPA SANTANDER LIBERTADORES 1999

Na época, meu pai tinha 47 anos, eu 18 e meu irmão 16, todos PALMEIRENSES claro.
Obrigado Palmeiras!
E seguindo a profecia...

"SEGURA TEU CORAÇÃO
PORQUE VOCÊ VAI SER CAMPEÃO!"


Sou mais um que não gosto do Lance! mas fizeram uma matéria legal que deve ser lida.

0 comentários: