terça-feira, 9 de junho de 2009

MonsterBrasil - O site de Currículos

Seguindo a promoção do Cardoso, analisei o site MonsterBrasil para tentar ganhar o livro.

Comecei acessando o site e olhando o mesmo por fora, ou seja, sem criar meu cadastro lá.
Achei o site leve, bonito e bem feito.
Após o cadastro, que é bem completo por sinal, fui realizar uma busca de empregos na minha cidade, o que retornou Zero. Algo que o Cardoso também evidenciou.

O que pode acabar fazendo com que as pessoas criem o perfil e logo desistam.
Claro que a culpa é um pouco do site, tem que divulgar para ter vagas cadastradas.

Um lance que achei muito legal são as Referências, onde um colega de trabalho pode fazer recomendação, um ex-chefe e por aí a fora.

Como defeito também notei apenas alguns locais sem tradução, coisa que com o tempo se acerta.
Outro detalhe que não gostei é quando fazemos uma busca por área.
Ali são listados todas as vagas da área escolhida e, ao colocarmos o mouse sobre a vaga, abre-se uma "janela" com a descrição da mesma. Em uma delas, a descrição era muito grande e acabou misturando-se ao resto da página, criando um verdadeiro caos (veja aqui). E ainda, ao clicarmos na vaga não acontece nada, deveria abrir a mesma completa, somente conseguimos isso na tal janela, no final da mesma onde está escrito "View Full Job Description".

Uma coisa que acho imprescindível e que a maioria não tem é o salário.
Alguns vão dizer que salário não é tudo, realmente, mas ninguém vive de "tapinhas nas costas", ou seja, salário é importante sim, pode não ser o fator decisivo em alguns casos, mas importa, ou alguém quer trabalhar de graça?
No mínimo uma faixa salarial deveria ter e ser obrigatório para a empresa colocar.

Resumindo, achei o site legal, já conta com algumas empresas cadastradas e a tendência é ir se expandindo. Eu sou bastante a favor de sites como esse, tenho como experiência o Catho e consegui vários trabalhos por eles.
Aqui um print screen como prova do acesso.

Aproveito para lembrar algo...
Curriculum vem do latin, sendo assim, quando formos usar o plural, não é correto falar Currículuns, mas sim
currículos ou então o latin, Curricula Vitae.

0 comentários: