quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Com a cabeça fria, livre do vinho...

O que dizer do grande Palmeiras?
Um clube que já teve DUAS academias, um dos dois clubes brasileiros a ceder jogadores em todas as copas que o Brasil foi campeão, um time que já teve Ademir da Guia, Valdir Joaquim de Morais, Leão, Luis Pereira, Leivinha, Djalma Santos, Edmundo, Djaminha e etc... O único clube a ter 100% de aproveitamento em um paulista (obviamente campeão), um clube que já foi a seleção brasileira contra o Uruguai (e ganhou!)...
Campeão do Século XX...
Um clube? Não, mais que isso... Uma paixão, um amor... Somos a torcida mais fanática do Brasil sem sombra de dúvidas, e pelas nossas raízes, somos de sangue quente!
Temos orgulho em desfilar com nosso manto, ganhando ou perdendo, na série A ou como quando fomos rebaixados.
Mas e hoje? O que sobrou disso tudo?
Seria um exagero dizer nada? Talvez, porque ainda temos o Marcos...
O que estamos vendo nas últimas 4 partidas é, sem sombras de dúvidas, obra da hipocrisia humana. Resultado da ganância e do ciúme.
Resultado da falta de comando, da falta de pressão da diretoria.
O Palmeiras é hoje um time sem dono, sem comandante dentro e fora de campo, como o Seo Cruz disse, é um time sem alma...
O jogo Santos x Palmeiras mostrou um time com cara de campeão, com futebol de campeão, com alma de campeão, com pegada de campeão, ou seja: O CAMPEÃO!
E um campeão como não víamos a 3 ou 4 anos, pois esse time jogava futebol, fazia pressão no adversário, tocava a bola, encantava com jogadas individuais, tanto que li em muitos sites que time "tinha liga"...
E então que veio o jogo contra o Avaí. Empatamos, o time já não jogou tanta bola, mas conseguimos, na raça e na vontade. Então veio o Náutico, esperamos o que? Uma vitória de campeão! Então uma partida ridícula, tomamos 3 gols do mesmo Náutico que enfiamos 4 no 1º turno. Recebemos o Flamengo, na nossa casa, nova derrota, 2 x 0. E para fechar a fatura, o rebaixado Santo André, para nossa surpresa, nova derrota, 2 x 0.
Perder é uma consequência do futebol, afinal, só existem três possibilidades, ganhar, empatar ou perder. Você ver um time perder por falta de sorte (bolas na trave, goleiro pegando tudo e etc) e/ou jogando bem, é uma coisa, você ver um time perder por FALTA DE VONTADE é outra.
E infelizmente é isso que estamos vendo. Excetuando Marcos, Love e Obina, os outros, desculpem o termo, estão se cagando para o Palmeiras.
Perderam ontem porque quiseram, aliás, porque não quiseram GANHAR. Afinal eles sabiam que mesmo perdendo, não sairiam da liderança!
Assim a pressão na diretoria é maior, a pressão encima de nomes como Love e Marcos (grupo dos que dão o sangue) é maior.
E já que estamos jogando a bosta no ventilador, o que dizer do nosso técnico?
Em um post antes dele assinar eu já dizia que ele não tinha nossa cara, e no post que confirmei a contratação, falei com todas as letras que preferia Abel Braga.
Quando é que vocês viram Muricy ficar sentado no banco vendo seu time perder e jogar mal? Ele parece estar satisfeito, conformado, parece que sabe que vai ser assim, que tem que ser assim... Ele não mexe no time, e quando mexe troca SEIS por MEIA DÚZIA...
Muricy está envolvido? Ou não está se sentindo bem com nostro manto?
Ele deu uma declaração dizendo: "É o momento de frieza, de usar nossa experiência. As pessoas podem confiar que o time será diferente na semana que vem".
Aí eu pergunto, diferente por quê? Por que não podem perder? Por que nesses dias vão resolver o prêmio? Por que vão prometer aumento de salário se forem campeões?
Muitas perguntas, poucas respostas...
E nós torcedores como ficamos? Onde fica nossa paixão? Nosso amor pelo Palmeiras?
Pelo visto, só nós nos importamos com isso...
Para terminar, deixo a frase que ouvi do meu irmão, mais novo que eu, fanático tanto quanto eu...

"Se essa palhaçada continuar, vou encaixotar tudo que tenho do Palmeiras, chega de sofrer, criar esperanças e esses FDP perderem mais um título no final"

0 comentários: