quinta-feira, 4 de março de 2010

Uma análise fria...

Agora, meus amigos, com os ânimos mais calmos, vamos refletir um pouco sobre o Palmeiras.

Como venho dizendo a alguns posts, o problema do Palmeiras vem lá de trás. Tudo começou com a contratação do LuxPoker, depois pela sua tardia demissão, depois pela humilhação para ter Muricy Ramalho, a perda do Brasileiro, depois quando perdemos Jorginho para o Goiás, pela precoce demissão de Muricy e pela contratação de um Zé Ninguém. Sim, Antônio Carlos Zago é um Zé Ninguém dos técnicos.
Mas ACZago não é o culpado, ele apenas é a cereja deste amargo bolo Palmeirense.
Esse time do Palmeiras não dá mais. Isso é claro e visto para TODOS no Brasil. Só a diretoria ainda não "sacou" isso.
Sejamos francos, o Paulista já era. E é até bom que o seja, pois imaginem classificar Santos, Santo André, SPFW ou Gambás e Palmeiras. Nas semi, se pegarmos o Santos, será um vareio. Se for o Santo André, não será muito diferente, visto que até gol de letra tomamos agora.
Antes uma eliminação cedo, para nos concentrarmos na Copa do Brasil, do que dividir forças, que são poucas, diga-se de passagem, com o Paulistinha.
Hoje, acredito com todas as forças, que o problema do Palmeiras é um só, PSICOLÓGICO. Falta um cara para entrar no vestiário, quebrar umas duas portas e fazer pressão nos jogadores.
Falta respeito meus amigos, falta medo de ser cobrado, vejam o exemplo do nosso "craque" Diego Souza, ele simplesmente se escondeu do jogo, tocou de lado e para ter uma folga boa, forçou o segundo cartão amarelo. Se eu faço parte da diretoria, esse Sr. treinaria todos os dias normalmente, iria para a concentração para o jogo de sábado, iria para o estádio e ficaria, NO MÍNIMO, nos camarotes. Por quê? Para ele não ter a folga desejada. Sem falar em outros nomes como Armero, Pierre (até ele), Souza e outros.
Ontem, no decorrer da tragédia, lembrei-me muito dos anos 80, eu era uma criança ainda (nasci em 1980) mas acompanhava o Palmeiras no radinho de pilha com meu pai e lembro dos mediocres times que tínhamos. Porém, aqueles times tinham HOMENS que honravam a camisa, não ganhavam títulos, mas eram GUERREIROS, sangravam pelo nosso manto.
Acredito que alguns jogadores ainda tenham salvação, outros, está na hora de dispensar, mandar pra casa e pronto. Diego Souza deveria ficar no banco umas 2 ou 3 partidas e entrar aos 40 do segundo tempo. Para aprender a ser homem. Quero esclarecer que não coloco 100% da culpa nele, o que cobro dele é hombridade, apenas isso.
Agora com calma, vou analisar denovo os jogadores ontem.

Atuações

Marcos: precisa de férias, urgente! ZERO.
Eduardo: Não serve. ZERO.
Danilo: Fraquíssimo, como todo o time, mas ainda acredito nele - 2,5.
Edinho: até quando vai tentar ser zagueiro? 2.
Armero: Fora! ZERO
Pierre: tem recuperação, mas está começando a pensar na Europa. ZERO
Souza: Fora! ZERO
CleitonX: Por que se machuca tanto? Está bichado? ZERO.
Diego Souza: Desculpe, mas não serve mais. FORA! ZERO.
Lenny: FORA! ZERO.
Robert: Alguém tem que falar para ele calar a boca, que ele não é craque. Banco, no náximo. 2.
Marquinhos: vai continuar com as baladas até quando filhão? 1.
Saconny: Ficou em Paris. - FORA! ZERO.
Ivo: O único que mostrou algo diferente, por isso, ganha um bônus e chega a 10.
Antônio Carlos Zago: alguém já percebeu que ele não serve? ZERO

Diretoria: Fora com todos.

0 comentários: