quinta-feira, 18 de março de 2010

A vitória dos deuses do futebol

(Estou rascunhando este texto desde segunda, 15/03)
(O post sobre a vitória frente o Paysandu, vem mais tarde.)

Sou apaixonado por futebol... Aliás, sou apaixonado pelo Palmeiras. Algumas vezes aqui já falei nos deuses do futebol, e ontem eles foram acordados.
Como sempre falamos, o Santos quando era um grande time, na época do Pelé e Pepe, já tremia perante o Palestra, e ontem, a nossa camisa mostrou o peso que tem.
Essa impren$inha de merda, falou e abusou durante a semana, teve até jornalistazinho de rádio fraquinha falando que o Palmeiras era o Naviraiense de verde e branco. Acredito que hoje, o Naviraiense está todo orgulhoso de ter sido comparado a um time tão grande e tão perigoso como o Palmeiras.
Achei que, fora o resultado em si, foi a melhor apresentação do Palmeiras no ano. O time estava arrumado, comprometido com o esquema tático, com sede de bola e com a faca nos dentes.
Entretanto, vamos ser sinceros... O jogo de ontem era para ter ficado 3 x 3. Porém uma atitude em campo acordou os deuses do futebol. Madson "tentando" imitar o porco... Quer dançar, dancem, quer fazer palhaçadinhas com bola parada, façam, mas NUNCA tentem menosprezar um time, NUNCA. E foi isso que Mádson tentou fazer, tentou menosprezar o Palmeiras, um time grande, um time de tradição. E isso, caro Mádson, os deuses do futebol não aceitam.
O gol de Robert, prova isso, foi um gol mágico, um chute perfeito, com efeito, na altura certa, na força certa. Sabem quando o Robert acerta outro chute desses? Nunca mais. Foi como o chute de CleitonX contra o Colo Colo, mas naquela ocasião, os deuses do futebol estavam calando a boca do Sr. Rogério Assis. Um gol como esse, temos a sorte de ver 3 ou 4 vezes na vida, e nós Palmeirenses, já vimos 2 em tão pouco tempo.
O Santos, caros amigos, só é tido como um dos 4 grandes Paulistas porque teve Pelé. Excluam a era Pelé da história do Santos e me digam, quem é o Santos. O Santos é uma portuguesinha da baixada, só isso.
Este jogo, não tem análise, não tem notas... Nota 10 para todos!
                                                                       *
No dia 19/02/2010 publiquei o post O inferno astral do Palmeiras, Antonio Carlos será o Anjo ou apenas mais um? onde dentre várias coisas eu dizia que a decadência do Palmeiras começou no dia 04/10/2009, quando ganhamos de virada do Santos (Santos 1 x 3 Palmeiras), na vila, e a torcida já soltou o grito de É Campeão. Eis que 5 meses depois a história se repete, só que desta vez, o grito foi de alívio. Mais uma vez o Santos dá forças ao Palmeiras, o seu eterno carrasco. Nem quando o Santos tinha Pelé, se davam muito bem contra nós. Ano passado, serviram para coroar uma campanha fantástica, que infelizmente terminou como todos sabemos. Entretanto, desta vez, o Santos serviu para dar moral, para mostrar ao time e aos torcedores que o Palmeiras está vivo.
                                                                       *
A impren$inha não aprende certo?! Ano passado foi o imbecil do Rogério Assis dizendo que o Palmeiras não iria se classificar para as oitavas da Libertadores, que iria levar goleada do Sport. (Relembrem aqui). Eis que esse ano, surge um pseudo-jornalista, que perdeu o seu lugar por onde passou, indo parar em uma radiozinha que nunca conseguiu emplacar no Brasil, o Sr. Flávio Prado.
Este Sr. que se diz jornalista, puxando o saco "dos moleques da vila" disse que o Palmeiras era um Naviraiense de verde e branco. Fora toda a imprensa fazendo "carnaval" em torno do time do Santos, que, até então, era imbatível, vinha de 11 jogos invictos, o Palmeiras iria ser goleado.
O resultado foi surpreendente para a maioria, não para os palmeirenses.
Abaixo, mais um fantástico vídeo do Gabriel Santoro, sobre tais acontecimentos.

0 comentários: