segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Palmeiras 1 x 1 Ceará

E mais um empate, menos 2 pontos e a chance de estar melhor classificado na tabela. Com a vitória, hoje seríamos 8º, com 46 pontos, a 2 pontos do 4º colocado (Santos), a 4 pontos do 3º (gambá) e a 8 pontos do líder (as marias).
Entretanto, empatamos, caímos para 10º, com 44 pontos, a 4 pontos do 4º, 6 do 3º, e a 10 do líder.
É interessante dizer que hoje, o G3 pode voltar a ser G4, e assim, com Santos em 4º e Inter em 5º, o 6º colocado acaba sendo levado para a Libertadores.
Mas, o futebol não vive de estatísticas e, sem Kléber e Valdívia, todos nós tínhamos a consciência de que seria difícil vencer. Para ser franco, durante o jogo, e mesmo quando levamos o gol, comentei com minha irmã, que era jogo para o Palmeiras empatar, quizá perder.
Felipão tentou colocar Dinei para fazer o mesmo que Kléber, o que obviamente, não deu certo.
Acredito também que o desgaste com o jogo e a viagem a Bolívia contribuíram, e muito, para o empate.
No início só deu Ceará, que segurava bem o Palmeiras e ainda atacava. Até que Lincoln resolveu jogar, auxiliado por Rivaldo e Gabriel. Tinga e Márcio Araújo, infelizmente, não jogaram nada. Aos poucos o Palmeiras ia finalizando. Mal.
E então que aconteceu algo que começamos a nos acostumar. Falta perto da área, Marcos Assunção ajeita a meia e cobra. Claro que foi gol. Palmeiras 1 x 0 Ceará, ainda no primeiro tempo.
Assim, o Ceará voltou para o segundo tempo disposto a empatar o jogo e o Palmeiras disposto a poupar seus jogadores e não perder.
Assim, Don Felipone tirou Maurício Ramos, colocando Fabrício e depois tirou Marcos Assunção, colocando Pierre. A primeira troca, não mudou muito o jogo, mas com Pierre sem ritmo de jogo, mal fisicamente e, PARA MIM, sentindo dores ainda, acabou com o jogo. Mas, entende-se a substituição, visto que Marcos Assunção estava pendurado.
Com isso, Geraldo e Reina controlaram o meio e tudo começou a dar certo para o Ceará, pois até bola na trave conseguiram. Mas, nossa zaga ia dando conta do recado, o Ceará estava já quase aceitando o empate quando Márcio Araújo, que entrega uma por jogo, fez o pênalti mais imbecil de todos os tempos. Bola praticamente na linha de fundo, Magno Alves sozinho, Márcio Araújo solta o empurrão e ainda levanta os "bracinhos"... Obvio que o juiz não enguliu a cena. Geraldo bateu muito mal (quase pior que Kléber no jogo passado) Deola tentou adivinhar, caiu para o canto e não conseguiu. Palmeiras 1 x 1 Ceará.
Felipão, instantaneamente tirou Rivaldo e colocou Tadeu, então começou a festa do chuveirinho na área de Ceará. Quantas ganhamos? NENHUMA! Resultado? Mais um empatezinho para a conta e a chance de estarmos muito, muito perto do G4/G3.
Se alguém ainda acreditava em título, agora podemos esquecer. Vaga na Libertadores? Muito ameaçada e, talvez, mais disputada que o título. São Paulo, Atlético-PR e Grêmio, estão lutando e dando sinais de força, temos que ganhar todas, se não quisermos depender da Sul Americana, que é meio loteria, pois basta um jogo ruim para acabar com tudo. Infelizmente temos que focar na Sul Americana, que de competição mixuruca passou a ter expressão com a vaga para a Libertadores. Quarta-feira contra o Sucre, basta fazer o feijão com arroz, e depois, nas outras duas quartas, provavelmente pegaremos o Atlético-MG.

Atuações


Deola: a bola mal chegou nele. Pênalti é loteria, desta vez, não foi feliz - 7.
Márcio Araújo: PÉSSIMO! ZERO!
Mauricio Ramos: jogou só o primeiro tempo, fez bem o seu papel - 7.
Danilo: cobriu bem a direita, jogou tranquilo - 7,5.
Gabriel Silva: titular absoluto, quem diria. Pena que levou o amarelo e está fora do jogo contra os gambás. Pelo amarelo leva - 6.
Edinho: foi Edinho e só - 6,5.
Marcos Assunção: e não é que marcou muito bem e ainda fez mais um? DEZ!!
Tinga: jogou mal - 3,5.
Rivaldo: Felipão pode dizer o que quiser sobre ele, mas é o pior do time e está destoando - 1.
Lincoln: jogou bem, começa a se adaptar ao time, pena que errou a chance que teve - 6,5.
Dinei: não tenho nem palavras para mais uma contratação furada do Palmeiras. Só mais uma para a conta - 1.
Fabrício: foi bem, muito melhor que Márcio Araújo - 8.
Pierre: começo a crer que nunca mais será o monstro de outrora. Os boatos sobre o problema na planta do pé começam a se confirmar. Por que não operou? 1.
Tadeu: . S/N
Felipão: na situação atual, fez o certo. Arriscou, infelizmente, não deu certo. Mas, em virtude do jogo de quarta, e o de domingo, fez o certo. A perda de mais 2 pontos, não é culpa apenas dele - 6.

Chuteira de Ouro: Marcos Assunção

0 comentários: