sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Atlético-PR 1 x 0 Palmeiras

E o Palmeiras foi a campo ontem a noite, contra a Brisa, filial bambi do sul, tentar ainda ficar vivo na disputa do G4 e de fazer um papel um pouco melhor neste Brasileiro.
Desfalcado de Kléber e Valdívia, o jogo já dava mostras de que seria como foi, ou seja, o Palmeiras com  vontade de empatar, o Atlético-PR com vontade de vencer. Esperar uma vitória em um jogo como ontem, é ser muito otimista (tudo bem, confesso que apostei R$ 3,75 no Palmeiras no betboo.com).
Em casa o Atlético-PR perdeu apenas 1 partida nesse brasileirão, no dia 14/07 para o Cruzeiro, fora isso foram 6 empates e 10 vitórias.
Com isso, o Palmeiras despede-se do Brasileirão-2010, com mais uma campanha RIDÍCULA. Nosso foco obrigatoriamente tem que ser o título da Sul Americana, pois esse título nos levará a Libertadores-11, a Recopa, e rouba a vaga de um brasileiro (que deve ser gambás ou até os bambis). Fora o título internacional, prêmio em dinheiro, publicidade exterior e investimentos.

O início do jogo foi péssimo, com o meio de campo muito congestionado, sem saídas para as laterais e, com os homens que deveriam fazer algo diferente, Lincoln e Paulo Baier, ineficientes em campo. As melhores chances vieram em falhas de marcação e/ou em bolas paradas. Vale ressaltar que Márcio Araújo, entrega uma por jogo, e não poderia ser diferente nesse, deu um presente para González que Deola defendeu brilhantemente. Os juízes anularam um gol do Tadeu e outro do Paulo Baier, ambos ERRONEAMENTE anulados. Porém o nosso foi primeiro e com 0x1 no placar o jogo poderia ter sido diferente. Fomos para o intervalo com o placar igual o início.

O Palmeiras veio pra o segundo tempo com um único objetivo. Não levar gols. Veio todo atrás, fechado, treinando o ataque deles. E aqui brilhou Deola. E como água mole em pedra dura... aos 39 Gabriel Silva dormiu, o cruzamento saiu, Nieto se antecipou a Danilo, chutou e colocou a bola no ângulo direito de Deola, impossível de pegar.
Aos 15 minutos do 2º tempo, falei para minha esposa: "O Palmeiras vai perder esse jogo, pode anotar". E não deu outra.
Pelo Brasileiro, temos o Guarani no domingo, as 19h30. O time DEVE ser todo com reservas, nos preparando para quarta-feira, jogo contra o Patético-MG pela Sul Americana.
No Brasileiro, nos restam Guarani, Patético-GO, Patético-MG, Fluminense e Cruzeiro.
Já a Sul Americana, temos o Patético-MG, depois provavelmente o Avaí, e na final LDU ou Independiente. 5 jogos para um título inédito e que decidirá nosso 2011. Se o Palmeiras jogar a Sul Americana como jogou ontem, não é campeão. Muitos acham que já é nosso, mas jogando assim, não passamos nem do Patético-MG.
Como o Conrado disse no Verdazzo, finalmente 2009 acabou. Sim, 2009, pois tudo isso é reflexo da "putaria" (desculpem o termo) que aconteceu no final de 2009.

Atuações

Deola: mesmo levando o gol... DEZ!
Marcio Araujo: PÉSSIMO, está na hora de deixar o time, entrega uma por jogo - ZERO!
Danilo: PÉSSIMO - 3.
Fabrício: incrivelmente o melhor zagueiro do elenco - 9.
Gabriel Silva: Por determinação do Felipão, não apoiou o ataque. Na marcação, foi fraco - 3.
Edinho: errou 99% dos passes que tentou. Por outro lado, matou o meio campo deles - 7.
Marcos Assunção: ao lado do Edinho, matou o meio campo deles, nos passes fraco também - 7.
Tinga: outro que não fez nada - 3.
Luan: este ao menos tenta, e tenta muito. Jogou muito no primeiro tempo, no segundo a falta de preparo matou ele - 6,5.
Lincoln: é um absurdo um jogador como este vestir a camisa do Palmeiras e ainda ocupar a posição que ocupa, sendo o responsável por armar o time. Precisamos de um substituto urgente para o Valdívia, que não jogará todas as partidas - 1.
Tadeu: outro que é RIDÍCULO vestir nosso manto. TEM que deixar o time urgente - ZERO!
Pierre: jogou muito bem, ajudou a diminuir a pressão do Atlético - 6,5.
Ewerthon: S/N
Vinicius: S/N
Felipão: detesto jogos em que ele monta o time para não levar gols. E foi isso que ele fez. Poderia ter ganhado o jogo para diminuir um pouco a pressão na Sul Americana, mas, ao contrário, só fez aumentar, será que foi de propósito? 5.

PS.: Não comentei o jogo contra o Goiás, porque não assisti, ouvi pelo rádio.

0 comentários: